Labirinto de informações

As informações técnicas públicas são fáceis de encontrar?

Muitas delas estão na internet, mas infelizmente parecem estar em um labirinto. Necessitam de muita pesquisa no undergound “internético” das instituições dos vários níveis de governo. A começar pelo IBGE, onde os produtos são dispostos de forma pouco intuitiva e muito fragmentada, com várias formas de se acessar diferentes tipos de conteúdo – e as vezes, diferentes formas de acessar o mesmo conteúdo. Em outras situações, como no MMA, ocorre o mesmo.

Particularmente acredito que cada esfera governamental deveria ter seu portal de conteúdo com acesso intuitivo, de fácil pesquisa e com pouca ou nenhuma fragmentação. Um exemplo seria um portal de publicações do Governo Federal, onde você poderia navegar por temas ou faria busca pelo conteúdo conforme o tema de interesse. Seria ótimo, não?

Críticas a parte, eu já conhecia há bastante tempo o portal do MMA e algumas das publicações lá presentes. Uma delas, que acho muito interessante, é o livro Cerrado: Ecologia, Biodiversidade e Conservação, já esgotado em papel, mas presente na página do Probio em PDF para baixar. Existe uma gama enorme de publicações técnicas sobre biodiversidade e conservação de todo o Brasil nas páginas do Probio, que pode ser acessado através desse link. Em outro canto da página do MMA, pode-se encontrar outras publicações interessantes também.

Esses são alguns exemplos na esfera do Governo Federal. Mas cada estado e muitos municípios brasileiros possuem áreas de publicações em suas diferentes instituições, cada qual mais ou menos escondida, que podem proporcionar acesso a informações essenciais para auxiliar na composição de outros materiais.

Caso você saiba de alguma fonte “oculta” de publicações técnicas públicas, por favor, compartilhe nos comentários.

Créditos da foto da capa do artigo: Longleat Hedge Maze por Cyberslayer no Flickr, sob uma licença CC BY-NC-SA 3.0.